02/07/2014

[# Wishlist] Livros desejados

http://static.tumblr.com/tqa7vef/DtVn81pyi/dhsjhdjs.png 
Olá pessoa! 
Hoje venho compartilhar com você alguns dos livros que ando desejando ultimamente. Na verdade ando desejando muitos livros, mas entre os principais estão:

 Os 13 porquês

http://sobresagas.com/wp-content/uploads/2014/01/IMG_8034.jpgAutor: Jay Asher
Editora: Ática
Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.
 
Sangue quente

http://1.bp.blogspot.com/-FzHiDIfLFAE/UI-9QzQawlI/AAAAAAAABY0/oHPZZbjnob4/s1600/sangue+quente.jpgAutor: Isaac Marion
Editora: Contraponto
Sinopse: R é um jovem vivendo uma crise existencial - ele é um zumbi. Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas ele busca mais do que sangue e cérebros. Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas ele é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas ele tem sonhos. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a "vida" de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro. Assustador, engraçado e surpreendentemente comovente, Sangue Quente fala sobre estar vivo, estando morto, e a tênue linha que os separa.

 
IBM e o holocausto

http://discernimentocristao.files.wordpress.com/2010/05/a-ibm-e-o-holocastro.jpg Autor: Edwin Black
Editora: Campus
Sinopse: IBM e o Holocausto conduz o leitor ao longo da complexa trama de conluio entre a empresa IBM e o Terceiro Reich e destrincha a escamoteação estruturada de todo o processo, entremeada de acordos verbais, cartas sem data e intermediários em Genebra. Segundo o autor do livro, somente pela assistência tecnológica da IBM Hitler foi capaz de atingir os números assombrosos do Holocausto. Edwin Black revela um dos últimos grandes mistérios do Holocausto - Como Hitler conseguiu os nomes? Evidentemente, na década de 1930, ainda não havia computador. Mas já existia a tecnologia Hollerith de cartões perfurados da IBM. No livro, o autor revela como a ajuda dos sistemas Hollerith da IBM, adaptados às necessidades dos clientes e sob constante atualização, fez com que Hitler fosse capaz de automatizar a perseguição aos judeus.





Holocausto Brasileiro

http://images.livrariasaraiva.com.br/imagem/imagem.dll?pro_id=4896352&L=700&qld=100&A=-1&PIM_Id=Autor: Daniela Arbex
Editora: Geração
Sinopse: Neste livro-reportagem fundamental, a premiada jornalista Daniela Arbex resgata do esquecimento um dos capítulos mais macabros da nossa história: a barbárie e a desumanidade praticadas, durante a maior parte do século XX, no maior hospício do Brasil, conhecido por Colônia, situado na cidade mineira de Barbacena. Ao fazê-lo, a autora traz à luz um genocídio cometido, sistematicamente, pelo Estado brasileiro, com a conivência de médicos, funcionários e também da população, pois nenhuma violação dos direitos humanos mais básicos se sustenta por tanto tempo sem a omissão da sociedade. Pelo menos 60 mil pessoas morreram entre os muros da Colônia. Em sua maioria, haviam sido internadas à força. Cerca de 70% não tinham diagnóstico de doença mental. Eram epiléticos, alcoólatras, homossexuais, prostitutas, gente que se rebelava ou que se tornara incômoda para alguém com mais poder. Eram meninas grávidas violentadas por seus patrões, esposas confinadas para que o marido pudesse morar com a amante, filhas de fazendeiros que perderam a virgindade antes do casamento, homens e mulheres que haviam extraviado seus documentos. Alguns eram apenas tímidos. Pelo menos 33 eram crianças.

A tristeza extraordinária do Leopardo-das-Neves

http://www.companhiadasletras.com.br/images/livros/13519_gg.jpgAutor: Joca Reiners Terron
Editora: Companhia das Letras
Sinopse: Num velho casarão do Bom Retiro, bairro tradicional de São Paulo, uma enfermeira especializada em pacientes terminais atende a uma criança de hábitos noturnos. A criatura, como a própria enfermeira a batizou, não fala uma palavra e jamais sai de casa. Também não recebe visitas e o único contato com o mundo exterior é uma grande janela que dá para a rua. O contrato estipula que a enfermeira nunca deixe o casarão. Anos se passaram. Do lado de fora, um bairro que viveu três grandes ondas migratórias, e onde as sinagogas se misturam às confecções coreanas, que por sua vez empregam os milhares de bolivianos que chegaram nas últimas décadas. É por essas ruas que caminha desde a infância o escrivão encarregado do estranho caso do Nocturama, que vem ocupando o noticiário policial. No encontro dessas duas histórias, Joca Reiners Terron cria uma hábil trama de suspense e terror, na trilha de escritores como Edgar Allan Poe, H.P. Lovercraft e Richard Matheson. E cria também um bairro que é quase um personagem em si, feito de casarões mal-assombrados, seitas secretas e monstros, onde a noite traz à tona antigas histórias que deveriam permanecer enterradas. Os leitores de Terron entenderão imediatamente a escolha do cenário - assim como o Bom Retiro, sua prosa é uma encruzilhada de tradições, nunca se atendo a nenhuma delas, tomando o que o interessa de cada uma e transformando em algo inteiramente seu. Assim, combina-se ao suspense o humor seco e cínico do autor, bem como a voz lírica e ao mesmo tempo ríspida que marca sua obra.

A menina que não sabia ler 2  

http://4.bp.blogspot.com/-UqmXjZz70gw/U2byccUBSkI/AAAAAAAABmc/t1978SjTfyw/s1600/A+Menina+Que+N%C3%A3o+Sabia+Ler+-+Volume+02.jpgAutor: John Harding
Editora: LeYa
Sinopse: Um acidente de trem. Uma identidade trocada. Os detalhes poderão mudar o rumo dessa história... Depois de viver presa num mundo obscuro, assustador e sem palavras em 'A menina que não sabia ler', a pequena Florence viverá uma nova e misteriosa aventura onde nada é realmente o que aparenta ser e todos podem se tornar inimigos em potencial. Mas onde ela encontrará uma saída? Um aliado? O misterioso médico John Shepherd busca um recomeço para sua vida em um lugar nada promissor - uma ilha que funciona como uma clínica psiquiátrica exclusivamente para mulheres. Nesse antro de segredos e sofrimento, Shepherd tentará esquecer seus pecados devolvendo a humanidade às pacientes. A primeira em quem vai experimentar sua doutrina de cuidados, o 'tratamento moral', é uma atraente jovem pálida de cabelos escuros que não se lembra do próprio nome, fala de modo estranho e não consegue saber quando e como chegou àquele lugar. Por que afinal ela desperta tanto a curiosidade do médico? Entre pacientes mais inteligentes que as próprias enfermeiras responsáveis por elas, segredos por todos os lados e figuras assombrosas (e assombradas) percorrendo misteriosamente os corredores da clínica durante a noite, as vidas de Florence e John Shepherd estarão mais ligadas do que podemos imaginar... Arrisque-se e tente achar uma saída no labirinto claustrofóbico criado em 'A menina que não sabia ler volume 2'.


E vocês monstrinhos? O que andam desejando? Deixem um comentário contando pra mim! 
Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criticas e sugestões são sempre bem-vindas ;)
Se gostou de algo, comente, e compartilhe. ;))

 
Tecnologia Blogger e templante desenvolvido por Juliana Sousa. Proibida cópia ou reprodução. Confira os créditos.